Principais diferenças entre planejamento orçamentário e planejamento financeiro

É fato que em grandes empresas o planejamento financeiro e orçamentário é uma realidade, embora exista ainda a dificuldade em separar um do outro. Nas pequenas empresas é raro encontrar políticas de gestão adequadas a estes métodos. Normalmente, utiliza-se de práticas pouco profissionalizadas, ou seja, a gestão é baseada na tentativa e erro, sem embasamento necessário.

O planejamento financeiro nada mais é que o processo de gerenciamento que permite ao empresário ou gestor o direcionamento a ser adotado pela empresa. O planejamento financeiro é algo que acontece todos os dias em um fluxo financeiro correto. Todas as decisões tomadas pelos gestores com base no fluxo de caixa devem ser consideradas como parte de um planejamento financeiro eficiente.

Por outro lado, o planejamento orçamentário é um passo anterior ao planejamento financeiro. O orçamento empresarial deve ser discutido geralmente no médio e longo prazo. No planejamento orçamentário o gestor ou empresário deve considerar a análise de muitos fatores que envolvem a empresa, como o cenário econômico, os projetos futuros e o orçamento atual que a empresa dispõe. Totais de endividamento, investimentos e fluxo de caixa precisam ser discutidos no momento do planejamento orçamentário.

É crucial que seja determinado quando a empresa pretende gastar na sua operação, e mais importante ainda, quanto precisará gerar de receitas para cobrir as todos os custos e despesas e alcançar um resultado de lucro no final do ciclo operacional. O lucro também pode – e deve – ser projetado no orçamento. Com isso, as receitas necessárias transformam-se em metas de vendas e impulsionam o funcionamento da empresa e alerta caso o faturamento não alcance o nível esperado.

Junto com a previsão de vendas, é desenvolvido um planejamento produtivo onde é calculado o tempo de conversão de matéria-prima em produto acabado – em caso de produtos –. Assim identificam-se facilmente problemas e possíveis ações corretivas poderão ser tomadas de forma mais rápida evitando perdas significativas. Então, podemos concluir que o orçamento e seu planejamento tem como principal fundamento a elaboração do plano geral de ação para a empresa, em consonância com seus objetivos, metas e políticas de ação no curto, médio e longo prazo, aprovisionando o direcionamento para instruir a execução de planos. Na contrapartida, a avaliação e o controle permitem o comparativo entre o valores realizados, reais com os projetados anteriormente.

 

Post escrito por Juliana Agustineli

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA E OU ELETRÔNICAS
DOS SANTOS, Cleônimo. ANÁLISE FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA. 1Ed. São Paulo: IOB, 2013;

ZDANOWICZ, José Eduardo. PLANEJAMENTO FINANCEIRO E ORÇAMENTO. 4Ed. Porto Alegre: Sagra Luzzatto, 2001;

 

Compartilhe nas redes Sociais

Gostaria de mais informações?

ENTRE EM CONTATO

Entre em contato

(11) 98415.0180 (Washington)
medzo@medzo.com.br