Principais ferramentas de Gestão Empresarial

01

No processo de gerenciar uma empresa, seguir a sequência de Planejar, Organizar, Dirigir e Controlar é de suma importância para garantir sua sobrevivência e seu sucesso. Ao longo de cada uma destas quatro tarefas básicas, o gestor deverá implantar as ferramentas de gestão, através das quais a empresa se tornará capaz de pôr em prática seu plano de ação e alcançar seus objetivos e metas.

A baixa prática gerencial, regida pelo empirismo e sem o uso das ferramentas adequadas, é um dos principais motivos para a mortalidade empresarial, assim como a falta de planejamento prévio e a ausência do comportamento empreendedor.

Listamos três das principais ferramentas:

 

Análise SWOT

SWOT é a sigla dos termos ingleses Strengths (Forças), Weaknesses(Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças) que consiste em uma metodologia bastante popular no âmbito empresarial. Em Administração de Empresas, a Análise SWOT é um importante instrumento utilizado para planejamento estratégico que consiste em recolher dados importantes que caracterizam o ambiente interno(forças e fraquezas) e externo (oportunidades e ameaças) da empresa.

A Análise SWOT é uma ferramenta utilizada para fazer análise ambiental, sendo a base da gestão e do planejamento estratégico numa empresa ou instituição. Graças à sua simplicidade pode ser utilizada para qualquer tipo de análise de cenário, desde a criação de um blog à gestão de uma multinacional. Este é o exemplo de um sistema simples destinado a posicionar ou verificar a posição estratégica da empresa/instituição no ambiente em questão.

A análise SWOT nada mais é do que um vislumbre sobre a organização, tanto do lado interno quanto do externo. A sigla SWOT vem do inglês, cujas letras tem um significado, onde o S significa strength (força); o W,weaknesses (fraquezas); o O, opportunities (oportunidades) e o T,threats (ameaças). Juntas essas letras trazem um grande significado para a empresa quando falamos em estratégia.

 

5 Forças de Porter

Você conhece bem os concorrentes do seu negócio? Sabe ao certo o que faz melhor do que eles e em que pontos eles se destacam? A ferramenta 5 Forças de Porter é um clássico da Administração e, com algumas adaptações, pode ser usada também por pequenas empresas. Sua função é analisar o ambiente competitivo em que está a empresa, para determinar como ela deve ser posicionar diante dos concorrentes. Com esta ferramenta, o empreendedor pode ter uma visão mais ampla sobre a concorrência em seu mercado e se atentar para possíveis espaços vazios para preencher.

O uso é simples e é fundamental refletir sobre cinco contextos que fazem parte do negócio, respondendo a perguntas. A primeira é “Como é a rivalidade entre os concorrentes?”. Com ela, deve-se pensar na concorrência direta (produtos semelhantes, mesmo público-alvo). A segunda é “Quais são os produtos e serviços substitutos?”. Nesta, o empreendedor deve pensar no que pode substituir seu produto e sobre o que o consumidor fazia para resolver o problema antes. A terceira pergunta é “Qual é o poder de barganha dos fornecedores?”. Você está nas mãos de poucos fornecedores? Eles podem impactar diretamente em seu negócio com aumento de preço e prazos? Podem passar a fornecer apenas para um concorrente?

A quarta questão é “Como evitar/atrapalhar a entrada de novos concorrentes?”. No começo pode ser difícil responder, mas de que forma é possível criar barreiras para evitar a entrada de concorrentes? Como manter sua exclusividade e evitar que copiem seu negócio? A última pergunta é “Qual é o poder de barganha dos clientes?”. Para respondê-la é preciso pensar sobre o peso de cada consumidor. Eles são poucos ou muitos?

 

O Plano de Negócio em Pirâmide

O plano de negócio em pirâmide pode ter diversas utilidades: convencer pessoas a se envolverem com o negócio; organizar a execução das ações da empresa para atingir seus objetivos; funcionar como ferramenta de gestão de planejamento estratégico; ajudar o empreendedor a enxergar o negócio como algo sistêmico, onde todas as áreas estão integradas.

A ferramenta ajuda o empreendedor a formatar seu plano de negócio de acordo com um determinado objetivo. É indicada para start-ups em busca de investidores, estudantes de empreendedorismo e dirigentes de empresas de pequeno porte. Uma das principais vantagens do plano de negócio em pirâmide é organizar as informações de acordo com a necessidade do empreendedor.

Para que o instrumento funcione, o empreendedor precisa perceber que, no processo de planejamento, às vezes as perguntas formuladas são mais importantes do que as respostas. Pessoas inovadoras sabem criar perguntas visionárias para os seus negócios, antes que os concorrentes pensem a respeito.

 

 

Compartilhe nas redes Sociais

Gostaria de mais informações?

ENTRE EM CONTATO

Entre em contato

(11) 98415.0180 (Washington)
medzo@medzo.com.br